Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 20 de agosto de 2017. Atualizado às 22h19.

Jornal do Comércio

Panorama

COMENTAR | CORRIGIR

Acontece

Notícia da edição impressa de 21/08/2017. Alterada em 18/08 às 19h30min

Arte na infância

Artista Claudio Cupertino doa obras ao município de Canoas

Artista Claudio Cupertino doa obras ao município de Canoas


VINICIUS THORMANN/DIVULGAÇÃO/JC
Hoje é o último dia para conferir a exposição Memórias, assinada pelo artista Claudio Cupertino na Casa dos Rosa (Victor Barreto, 2.570), em Canoas. Com curadoria de Cézar Prestes, a mostra pode ser visitada das 9h às 18h.
Uma das peças, que leva o mesmo título da mostra, foi produzida especialmente para Canoas e remonta situações de descoberta da arte na infância, como as dobraduras de papel ou jornal que se transformam em barquinhos, aviões ou chapéus de soldado. Momentos clássicos da vida de qualquer criança estão ali, estampados em meio às técnicas de pintura e marcas desenvolvidas pelo artista - todas inspiradas na clássica litografia.
O mineiro radicado no Rio Grande do Sul doou duas de suas criações ao município. Além da tela, que numa dimensão de 1,60 x 1,90cm apresenta diversas camadas de tinta e cores sobrepostas em formas geométricas, o artista também deixou para Canoas um dos aviões produzidos em chapa de ferro. O presente marca a homenagem de Cupertino aos 78 anos da cidade, que inclui a Base Aérea em seu território.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia