Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 15 de agosto de 2017. Atualizado às 22h37.

Jornal do Comércio

Panorama

COMENTAR | CORRIGIR

ACONTECE

Notícia da edição impressa de 16/08/2017. Alterada em 15/08 às 15h53min

Chiquinha Gonzaga em destaque

Idealizado e dirigido por Rosana Lanzelotte, VIII Circuito Musica Brasilis chega à Capital

Idealizado e dirigido por Rosana Lanzelotte, VIII Circuito Musica Brasilis chega à Capital


BÁRBARA LOPES/DIVULGAÇÃO/JC
O VIII Circuito Musica Brasilis, idealizado e dirigido pela cravista e pesquisadora Rosana Lanzelotte, chega a Porto Alegre, onde faz a apresentação Abram alas para Chiquinha Gonzaga. O espetáculo acontece hoje, às 21h, no Theatro São Pedro (Praça Mal. Deodoro, s/nº).
Trata-se de uma série de espetáculos cênico-musicais em que a música clássica é contextualizada por roteiros teatrais. A apresentação marca os 170 anos de nascimento de Chiquinha Gonzaga, a primeira compositora de relevância no Brasil, que viveu entre os anos 1847 e 1935, e compôs o clássico Abre-Alas. Chiquinha Gonzaga, que rompeu as barreiras de gênero, empunhou a batuta de maestrina, criou a primeira sociedade de direitos autorais no País - a Sbat - em 1917, escreveu operetas e vasta obra para piano.
O programa inclui obras de Chiquinha, José Maurício Garcia Nunes (homenageado pelos 250 anos de nascimento) e H. Villa-Lobos (130 anos de nascimento), e será interpretado pela premiada pianista Clara Sverner, a primeira a realizar um trabalho fonográfico só com composições de Chiquinha Gonzaga.
Também no palco do Theatro São Pedro, a atriz Helena Varvaki reviverá a compositora, através do texto de Filomena Chiaradia, baseado na biografia da compositora de autoria de Edinha Diniz. A turnê nacional, de 20 apresentações, acontece em 11 cidades de seis estados. Os ingressos custam entre R$ 5,00 e R$ 20,00. 
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia