Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 08 de setembro de 2017. Atualizado às 16h14.

Jornal do Comércio

Automotor

COMENTAR | CORRIGIR

Transporte

Notícia da edição impressa de 01/09/2017. Alterada em 31/08 às 19h58min

Volare desenvolve miniônibus com propulsão elétrica

Veículo conta com sistema de regeneração da energia das frenagens

Veículo conta com sistema de regeneração da energia das frenagens


JÚLIO SOARES/DIVULGAÇÃO/JC
A empresa gaúcha está preparando, em parceria com a BYD - líder mundial em trem de força para veículos elétricos -, o modelo Volare.e, com motorização 100% elétrica. O miniônibus elétrico é único em sua categoria em todo o mundo, por seu comprimento e peso reduzidos, e por oferecer piso baixo e suspensão pneumática.
Ideal para utilização nos centros urbanos, o modelo busca o melhor compromisso entre eficiência dinâmica, espaço interno, redução de custos operacionais e de peso total (um dos grandes desafios dos veículos elétricos destinados ao transporte de passageiros).
Sob essas diretrizes, a engenharia da Volare fez com que o trem de força da BYD se ajustasse à carroceria, instalando as baterias no teto e na traseira do miniônibus. A intenção é que a recarga total das baterias seja feita em três horas.
O Volare.e mede 9.150 milímetros de comprimento, 3.380 mm de altura e 2.360 mm de largura, acomodando 45 passageiros (20 sentados e 25 em pé). Seu sistema de propulsão combinará dois motores de 90 kW de potência e 450 Nm de torque máximo.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia