Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 24 de agosto de 2017. Atualizado às 22h57.

Jornal do Comércio

Automotor

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado

Notícia da edição impressa de 25/08/2017. Alterada em 24/08 às 20h54min

3008 é a expressão máxima do novo posicionamento da Peugeot

 Com nova plataforma, modelo ficou 8 cm mais comprido e 6,5 cm mais longo no entre-eixos do que o anterior

Com nova plataforma, modelo ficou 8 cm mais comprido e 6,5 cm mais longo no entre-eixos do que o anterior


PEUGEOT/DIVULGAÇÃO/JC
"Ser a melhor marca generalista do mundo." A frase, dita pela presidente da Peugeot do Brasil, Ana Theresa Borsari, durante o lançamento do modelo 3008 em Porto Alegre, na terça-feira passada, resume o objetivo estratégico da montadora francesa. Em outras palavras, a Peugeot quer ser a referência de qualidade entre as marcas que não são consideradas premium, como Porsche, Audi, Volvo, BMW, Jaguar, Land Rover, entre outras.
Novo SUV da Peugeot, o 3008 já é um sucesso na Europa e desembarca no Brasil com predicados que impressionam. Prometendo comportamento dinâmico de um hatch, o modelo oferece acabamento de alto nível e muita tecnologia.
O design do 3008 faz jus ao bom gosto estético que se atribui aos franceses. Sofisticado e arrojado, o estilo externo se caracteriza pela frente verticalizada, capô longo e horizontal, linha de cintura alta, grandes rodas e elevada altura livre do solo.
Internamente, a ousadia das formas se repete. O conceito i-Cockpit, introduzido no 208, avança no 3008, que combina quadro de instrumentos digital de 12,3 polegadas (com quatro modos diferentes de visualização) e volante compacto - com topo e base achatados.
Outra tela, de oito polegadas, no console central funciona como um tablet e permite gerenciar áudio, climatização, navegação, parâmetros do veículo, telefone e aplicativos móveis.
Salta aos olhos também o cuidado na escolha dos materiais de acabamento da cabine: couro, insertos cromados e elementos em preto brilhante. Outro diferencial são os bancos do motorista e passageiro dianteiro com massageador - um sistema pneumático com oito bolsas de ar realiza cinco tipos diferentes de massagens que podem ser selecionados separadamente pelo condutor e passageiro diretamente em um botão na própria estrutura do banco.
A modularidade interna também é um trunfo do 3008. Para uma necessidade eventual, o banco traseiro pode ser completamente rebatido para criar um assoalho plano. A capacidade de carga na configuração normal dos bancos fica em 520 litros.
O Peugeot 3008 traz muitas inovações, porém, no Brasil, chega com um motor já bem conhecido, o 1.6 THP (turbo) a gasolina, de 165 cv de potência máxima. Dialoga com o propulsor uma transmissão automática de seis marchas com opção de trocas manuais.
As suspensões dianteira (tipo McPherson) e traseira (com eixo de torção) foram calibradas para entregar comportamento impecável na estrada, com precisão de direção e agilidade direcional. A segurança dinâmica é complementada pelos controles de tração e estabilidade.
Para os primeiros compradores do 3008, que custa R$ 139.990,00, a Peugeot preparou um presente especial: um patinete elétrico dobrável. Batizado de e-Kick, o patinete tem autonomia de 12 quilômetros, atinge 25 km/h, pesa 8,5 kg e é recarregado em uma tomada no porta-malas do carro. Segundo a marca, o presente servirá para o motorista completar o trajeto final entre o estacionamento e a porta do seu trabalho.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia