Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 12 de julho de 2017. Atualizado às 11h18.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Senado

Alterada em 12/07 às 11h20min

CCJ do Senado sabatina Raquel Dodge

Após a sabatina, os membros da CCJ vão decidir, em votação secreta, se aceitam a indicação

Após a sabatina, os membros da CCJ vão decidir, em votação secreta, se aceitam a indicação


ANTONIO CRUZ/ABR /JC
Agência Brasil
Indicada pelo presidente Michel Temer para ocupar o cargo de procuradora-geral da República, Raquel Elias Ferreira Dodge passa por sabatinada na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado.
Rodrigo Janot, atual procurador-geral da República, deixa o posto no dia 17 de setembro. Antes de responder às perguntas, Raquel Dodge deve fazer uma exposição. Depois disso, cada senador tem dez minutos para perguntar. A indicada tem o mesmo tempo para responder. São cinco minutos para réplica e cinco para a tréplica.
Após a sabatina, os membros da CCJ vão decidir, em votação secreta, se aceitam a indicação. Caso aceitem, o nome de Raquel Dodge passará por uma segunda e última votação, desta vez, no plenário do Senado.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia