Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 20 de julho de 2017. Atualizado às 23h09.

Jornal do Comércio

Opinião

COMENTAR | CORRIGIR

artigo

Notícia da edição impressa de 21/07/2017. Alterada em 20/07 às 20h10min

Frente em defesa de Porto Alegre

Adeli Sell
Para fazer frente ao atraso, ao desdém e ao descalabro em que Porto Alegre foi levada, é uma necessidade imperiosa arquitetar uma frente em defesa da cidade.
Não é uma jogada política, nem partidária. É para valer. Afinal, não tem terceiro turno, e as eleições aqui só acontecerão em 2020. Necessitamos juntar forças de todas as pessoas que queiram ajudar a cidade andar para frente e em ritmo de não sucumbir e não tropeçar mais. Ritmo de maratona.
Uma frente com pessoas que não se pautem pelo eterno grenal político, que, por sinal, não resolve nossos problemas. Precisamos de pessoas que pressionem civilizadamente o prefeito, o vice, os secretários para que ouçam a voz rouca das ruas. Frente de pessoas sensatas do povo, dirigentes de instituições, de jovens, de idosos, de pessoas com deficiência, de todas as raças, credos, religiões, etnias - todos e todas - que percebem que as coisas vão mal, mas que podem melhorar se houver diálogo, solidariedade e colaboração.
Porto Alegre ficou conhecida como acolhedora e inclusiva pelo mundo afora, não se pode perder isso jamais. São valores que não têm preço. Não será um palco de disputas, até porque precisamos de união por causas nobres que nos faltam, como segurança, mobilidade, saúde, educação, habitação, lazer. Uma frente real, que faça acontecer. Fugir das broncas das redes sociais, pois ninguém vive de bate-boca. Vivemos bem e melhor em uma cidade de todos(as), onde impera a dignidade da pessoa humana.
Chamo todos(as) a formarmos esta frente em defesa de Porto Alegre.
Vereador de Porto Alegre (PT)
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia