Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 27 de julho de 2017. Atualizado às 12h38.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Canadá

Alterada em 27/07 às 12h42min

Canadá convida transgêneros para Forças Armadas após veto de Trump

Folhapress
Horas depois do anúncio do presidente dos EUA, Donald Trump, de que irá banir pessoas transgênero das Forças Armadas americanas, o Canadá promoveu o recrutamento de soldados de todas as identidades e orientações sexuais.
"Independentemente de sua orientação/identidade sexual, venha" para as Forças Armadas canadenses, publicou no Twitter o Ministério da Defesa.
O texto é acompanhado de uma foto da Banda da Marinha Real Canadense desfilando em uma das comemorações do Dia do Orgulho Gay, em Toronto.
O tuíte das Forças Armadas do Canadá também tem um link para um site do governo com oportunidades de trabalho e profissionais no Exércitos do país.
Nesta quarta (26), Donald Trump, anunciou nesta que vai proibir pessoas transgênero de servir às Forças Armadas, em mais uma reversão de medida adotada pelo antecessor Baracak Obama.
O republicano alegou ter consultado seus generais e especialistas militares e afirmou que as Forças Armadas "precisam se concentrar na vitória decisiva e esmagadora e não podem ser sobrecarregadas com os tremendos custos médicos e distúrbios que envolvem os transgêneros".
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia