Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 26 de julho de 2017. Atualizado às 23h57.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Estados Unidos

Notícia da edição impressa de 27/07/2017. Alterada em 26/07 às 21h15min

Donald Trump proíbe transgêneros de ingresso nas Forças Armadas

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou ontem a proibição a pessoas transgênero de integrar as Forças Armadas. "Após consultas a meus generais e especialistas militares, por favor, saibam que o governo dos EUA não irá aceitar ou permitir que indivíduos transgênero sirvam em qualquer capacidade no Exército", escreveu no Twitter.
"Nosso Exército deve estar concentrado em vitórias decisivas e esmagadoras e não pode ser prejudicado com gastos médicos e transtornos tremendos que transgêneros representariam. Obrigado", concluiu.
Não é a primeira medida que Trump toma com restrições a transgêneros. Em fevereiro, seu governo revogou instruções federais às escolas do país para permitir que estudantes transgênero usassem banheiros e vestiários compatíveis com sua identidade de gênero. A orientação passou a ser de responsabilidade de cada estado.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia