Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 13 de julho de 2017. Atualizado às 23h12.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

notas

Notícia da edição impressa de 14/07/2017. Alterada em 13/07 às 21h32min

Notas

Série C - Pela 10ª rodada da competição, o Ypiranga vai a Santa Catarina para encarar o Joinville, domingo, às 15h. O time de Erechim é o vice-líder no Grupo B.
Série D - Neste sábado, às 15h, pela segunda fase, o São José recebe o Brusque. Na primeira partida, vitória dos catarinenses por 2 a 1.
Tênis - Marcelo Melo avançou à final de Wimbledon pela segunda vez na carreira. Nesta quinta-feira, o brasileiro e o polonês Lukasz Kubot superaram o finlandês Henri Kontinen e o australiano John Peers por 3 sets a 2, parciais 6/3, 6/7 (4/7), 6/2, 4/6 e 9/7. Na final, sábado, Melo e Kubot terão pela frente o austríaco Oliver Marach e o croata Mate Pavic.
Tênis 2 - A norte-americana Venus Williams assegurou nesta quinta-feira, em Londres, a sua nona participação em uma final da chave de simples feminina de Wimbledon. Ela derrotou a britânica Johanna Konta por 2 sets a 0 (6/4 e 6/2). Na decisão, sábado, Venus enfrentará a espanhola Garbiñe Muguruza, que arrasou a eslovaca Magdalena Rybarikova com um duplo 6/1.
Tênis 3 - Fora da chave de duplas masculinas, Bruno Soares segue com boa campanha nas duplas mistas em Wimbledon. Nesta quinta-feira, ele e a russa Elena Vesnina garantiram vaga na semifinal ao derrotarem o alemão Andre Begemann e a norte-americana Nicole Melichar por 2 a 0 (7/5 e 6/4). Na próxima fase, eles enfrentarão o finlandês Henri Kontinen e a britânica Heather Watson.
Rio 2016 - A 10ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro negou pedido do Ministério Público Federal de quebra do sigilo bancário das contas do Comitê Rio 2016. O órgão alega que há indícios da prática de crimes como recusa de informações, falsidade ideológica e estelionato praticado contra entidade de direito público.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia
Leia também