Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 26 de julho de 2017. Atualizado às 13h08.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

trabalho

Alterada em 26/07 às 13h10min

Falta de quórum cancela reunião do FI-FGTS que anunciaria retorno recorde em 2016

A reunião do Comitê de Investimentos do Fundo de Investimento do FGTS (FI-FGTS) marcada para esta quarta-feira (26) na sede da Caixa Econômica Federal foi cancelada. Segundo a assessoria de imprensa, a falta de quórum impediu a realização do encontro do grupo que administra parte dos recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e investe o dinheiro do trabalhador em projetos de infraestrutura.
O FI-FGTS teria registrado rentabilidade recorde de 8,3% em 2016, segundo balanço que seria apresentado nesta quarta. Trata-se do maior retorno do FI-FGTS, criado em 2007, no começo do segundo mandato de Luiz Inácio Lula da Silva, para propiciar aos trabalhadores com carteira assinada - cotistas do fundo - rentabilidade superior aos 3% ao ano mais TR que remunera as aplicações do FGTS.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia