Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 25 de julho de 2017. Atualizado às 11h58.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Aviação

Alterada em 25/07 às 12h01min

Demanda doméstica deve crescer entre 0,9% e 4,6% em 2017 ante 2016, prevê Abear

Para voos internacionais a previsão varia entre queda de 0,7% e crescimento de 3,9%

Para voos internacionais a previsão varia entre queda de 0,7% e crescimento de 3,9%


JOSÉ CRUZ/AGÊNCIA BRASIL/JC
A Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear) apresentou, nesta terça-feira (25), estimativas positivas para a demanda por passagens em viagens domésticas e internacionais, em 2017. Projeções da entidade mostram que a demanda por voos domésticos de passageiros, medida em RPK (passageiros-quilômetro pagos transportados, na sigla em inglês), deve variar entre 0,9% no cenário mais pessimista e 4,6% no cenário mais otimista, com alta de 2,8% no cenário mais provável.
Já em números absolutos, o volume de passageiros transportados deve ter avanço de 0,4% a 4,0%, com estimativa para cenário mais provável em 2,2%. Para voos internacionais, a previsão da Abear varia entre queda de 0,7% e crescimento de 3,9%, com cenário mais provável projetando alta de 1,5%. Neste cenário, a demanda total (doméstico e internacional) deve variar positivamente entre 0,2% e 4,0% - com maior probabilidade de crescer 2,1%.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia