Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 18 de julho de 2017. Atualizado às 11h18.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado Financeiro

18/07/2017 - 11h22min. Alterada em 18/07 às 11h22min

Ibovespa marca mínima abaixo dos 65 mil pontos com Nova Iorque

Depois de alternar os sinais negativo e positivo, o Ibovespa passou a cair e perdeu o patamar dos 65 mil pontos na mínima nesta terça-feira (18). A influência mista do exterior justifica a falta de uma direção clara nesse início de pregão. Em Nova Iorque, as bolsas abriram em queda, confirmando o sinal dos índices acionários futuros e as principais commodities sobem.
Um operador do mercado de ações lembrou que a baixa liquidez, intensificada pelas férias no hemisfério Norte, e o início oficial do recesso no Congresso Nacional deixam a bolsa sem rumo certo. Assim, a principal influência vem de Nova Iorque, afetada hoje por balanços de grandes empresas, sobretudo bancos. "A alta das commodities é o que pode limitar as perdas do Ibovespa hoje", afirmou o profissional, referindo-se à alta de 3,04% do minério de ferro hoje no mercado à vista chinês (Qingdao) e à valorização de mais de 1% dos futuros do petróleo.
No mercado de câmbio, o dólar segue em queda ante o real e, portanto, em linha com o observado no exterior, o que favorece os ativos domésticos, inclusive no mercado de ações. O enfraquecimento global da moeda americana acontece diante da "fraqueza política de Donald Trump (...) dentro e fora do partido", evidenciada pela "nova derrota do republicano em mais uma tentativa de substituir o chamado Obamacare, uma antiga promessa de acabar com o programa de saúde nos moldes de seu antecessor". A avaliação é do analistas Cleber Alessie Machado Neto da corretora H.Commcor.
Às 10h54min, o Ibovespa recuava 0,23% aos 65.062 pontos. Na mínima, marcara 64.970 pontos (-0,37%). Dow Jones recua 0,30%. O barril do Brent para outubro sobe 1,18%.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia