Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 17 de julho de 2017. Atualizado às 22h46.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado de capitais

Notícia da edição impressa de 18/07/2017. Alterada em 17/07 às 21h37min

Mercado reduz mais uma vez previsão para a inflação

O mercado financeiro diminuiu mais uma vez as projeções para a inflação deste ano e de 2018. A expectativa para o IPCA (Índice de Preço ao Consumidor Amplo) em 2017 passou de 3,26% para 3,08%, e para o próximo ano, de 4,31% para 4,19%. É a quinta queda seguida.
As projeções permanecem abaixo do centro da meta de inflação, que é 4,5%. As estimativas foram divulgadas pelo boletim Focus do Banco Central (BC), em Brasília.
Para as instituições financeiras consultadas, a taxa básica de juros, a Selic, encerrará 2017 e 2018 em 8% ao ano, indicando uma redução em relação ao último levantamento, de 8,25%. Atualmente a taxa está em 10,25%. A Selic é um dos instrumentos usados para influenciar a atividade econômica e, consequentemente, a inflação.
Tabela Focus
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia