Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 07 de julho de 2017. Atualizado às 17h49.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado Financeiro

Alterada em 07/07 às 17h50min

Bolsas de Nova Iorque fecham em alta, em dia positivo para setor de tecnologia

As bolsas de Nova Iorque fecharam em alta, nesta sexta-feira (7). O dia foi positivo para o setor de tecnologia, que se recuperou após quedas recentes. Além disso, o relatório mensal de empregos (payroll) mostrou criação de vagas acima da previsão dos analistas, em junho, embora o crescimento no salário médio tenha ficado abaixo do esperado.
O índice Dow Jones fechou em alta de 0,44%, em 21.414,34 pontos, e na semana subiu 0,30%, o Nasdaq ganhou 1,04%, a 6.153,08 pontos, e na semana teve avanço de 0,21%, e o S&P 500 avançou 0,64%, a 2.425,18 pontos, tendo na comparação semanal alta de 0,07%.
A economia americana gerou 222 mil empregos em junho, acima da previsão de 174 mil postos dos analistas ouvidos pela Dow Jones Newswires. O salário médio por hora teve alta de 0,15% no mês de junho, abaixo da projeção de ganho de 0,30% dos analistas. Além disso, a taxa de desemprego subiu de 4,3% em maio para 4,4% em junho.
O petróleo teve um dia negativo, o que deixou o setor de energia pressionado. ConocoPhillips caiu 0,72% e Chevron recuou 0,32%, entre as petroleiras. O avanço de outros papéis, porém, se sobrepôs para tornar o dia positivo em Wall Street.
Entre os papéis do setor de tecnologia, Microsoft teve alta de 1,30%, Apple subiu 0,99% e Facebook, 1,76%. Entre outras ações em foco, McDonald's subiu 2,08%, em dia positivo também para papéis de consumo discricionário. O setor bancário também se saiu bem, com Citigroup em alta de 0,41%.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia