Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 04 de julho de 2017. Atualizado às 11h18.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Energia

Alterada em 04/07 às 11h22min

Aneel homologa parcialmente leilão de transmissão de energia

Os investimentos nos 31 lotes estão estimados em R$ 12,7 bilhões

Os investimentos nos 31 lotes estão estimados em R$ 12,7 bilhões


GABRIELA DI BELLA/ARQUIVO/JC
A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) homologou parcialmente o resultado do leilão de transmissão realizado em 24 de abril deste ano. Dos 35 lotes, apenas quatro não foram arrematados. Na reunião de hoje (4), dos 31 lotes vendidos, 28 tiveram os resultados adjudicados.
Em três casos, consórcios que disputaram os lotes questionaram a habilitação dos vencedores. Quando isso acontece, a Aneel suspende o processo até o julgamento final pela diretoria.
O lote 15, vencido pela Sterlite Power Gride, com deságio de 25,87%, foi questionado pelo consórcio Millenium Transmissão.
O lote 33, que ficou com o consórcio Pará, com deságio de 16,14%, teve o resultado questionado pela Ceepower Brazil Holding.
E o lote 34, vencido pelo consórcio Omnium Energy, com deságio de 40,50%, foi questionado pela Empresa Amazonense de Transmissão de Energia.
Os demais lotes tiveram o resultado homologado e adjudicado. Na licitação, o deságio médio foi de 36,47%. Os investimentos nos 31 lotes estão estimados em R$ 12,7 bilhões e receita anual permitida (RAP) de R$ 42,3 bilhões. As linhas somam 7.068 quilômetros de extensão.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia