Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 03 de julho de 2017. Atualizado às 07h56.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

Alterada em 03/07 às 07h59min

Na primeira sessão do semestre, Bolsa de Tóquio fecha em leve alta

A Bolsa de Tóquio fechou o primeiro pregão do segundo semestre em alta tímida, em um pregão marcado pela baixa liquidez. A causa do baixo volume de negociações foi as vésperas do feriado do Dia da Independência dos Estados Unidos, que fecham os mercados mais cedo hoje e deixam os operadores em casa amanhã.
O índice Nikkei terminou a sessão com alta de 0,11%, aos 20.055,80 pontos. Os papéis da Honda Motor subiram 0,10%, em dia de divulgação de dados de vendas de automóveis nos Estados Unidos. Já os da Nintendo cederam 2,02%, em mais um pregão ruim para ações de tecnologia.
Durante o pregão, os investidores também passaram a ver com menos pessimismo a forte derrota do Partido Liberal Democrata, do primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, nas eleições legislativa de Tóquio.
Segundo a consultoria de risco político Eurasia, a derrota não indica uma saída de Abe do poder, mas o enfraquece, "além de corroer a tentativa do premiê de ganhar um terceiro mandato como presidente do LPD, em setembro de 2018". 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia