Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 23 de julho de 2017. Atualizado às 22h50.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Roberto Brenol Andrade

Palavra do Leitor

Notícia da edição impressa de 24/07/2017. Alterada em 23/07 às 17h54min

Aeroporto Salgado Filho

São realmente espantosas as informações a respeito de ações populares contra assuntos que a sociedade já consagrou como totalmente acertadas, privatização do Salgado Filho e o aeromóvel (página 9, edição do Jornal do Comércio de 19/07/2017). Gostaria de ver divulgados os responsáveis por estas ações, pois são pessoas que se escondem e deixam a impressão de que representam um grande número de gaúchos. Isto, obviamente, não acontece e a imprensa tem obrigação de tornar transparente os detalhes destas ações populares, acabando com a proteção do anonimato. (Sergio Tostes de Escobar, produtor rural)
Buracos
Em relação à matéria Prefeitura de Porto Alegre vai pressionar empresas de recapeamento (Jornal do Comércio, 21/07/2017), até aqui não falaram da qualidade dos remendos, uma calamidade. Conseguem tapar uma cratera, mas criam uma lombada. Prefeito Nelson Marchezan Júnior, mande uma equipe de "fiscais de qualidade de serviços entregues ao cidadão" verificar a avenida Sertório, entre a Assis Brasil e a Baltazar de Oliveira Garcia. (Sergio Antonio, Porto Alegre)
Buracos II
A prefeitura de Porto Alegre está fazendo um trabalho de repavimentação. Mas tem que fiscalizar. Recém-colocado o novo piso no corredor de ônibus da avenida Osvaldo Aranha, em frente ao Hospital de Pronto Socorro, um pedaço da laje se soltou. Tem que reclamar da empreiteira contratada. (Silas Mathias, Porto Alegre)
Maconha
No Uruguai, estão vendendo maconha em doses para tratamento médico. No início, tudo muito bonito e controlado, como sempre. Quero ver isso funcionando daqui a alguns meses. Os traficantes estão irritados, vão perder clientes com os quais ganhavam muito dinheiro, mas, pelo que li, é só com receita médica. Só o tempo dirá se foi uma boa medida. (Luiza Maria Clara dos Santos, Porto Alegre)
Lula
Não nego, votei em Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para presidente com a esperança de que muito iria melhorar no Brasil. Não foi assim, infelizmente. E já falei com muitas pessoas que também votaram nele e se decepcionaram, agora totalmente, com a condenação dele. Tinha tudo para continuar um trabalho bom, como nos seus dois governos com programas sociais. Mas a corrupção acabou com ele e, penso, com o Brasil. Muito triste. (Fernando Ribeiro Monclaire, Porto Alegre)
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia