Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 06 de junho de 2017. Atualizado às 23h58.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

assembleia legislativa

Notícia da edição impressa de 07/06/2017. Alterada em 06/06 às 21h44min

Dornelles apresenta balanço de ações do Ministério Público

Procurador-geral de Justiça, Marcelo Dornelles divulgou números

Procurador-geral de Justiça, Marcelo Dornelles divulgou números


MARCELO BERTAMI/MARCELO BERTANI/AGÊNCIA ALRS/JC
A sessão de ontem da Assembleia Legislativa foi totalmente dedicada à explanação do procurador-geral de Justiça, Marcelo Donelles, que apresentou um balanço das ações do Ministério Público do Rio Grande do Sul (MP) ao longo de 2016. Ao se pronunciar na tribuna, Dornelles citou medidas de contenção de gastos do MP e para ajudar o Estado a superar a crise financeira. 
"Tivemos que fazer muitos cortes no orçamento. Por isso fizemos um enfrentamento interno através do método de gestão e concentramos recursos humanos e financeiros em áreas mais prioritárias que outras", disse o procurador-geral, ao falar da contenção de gastos.
Também citou algumas ações para tentar incrementar a receita do Estado. "Fomos parceiros e denunciamos em torno de R$ 383 milhões, só no ano passado, em sonegação fiscal, que também é um compromisso e uma parceria que temos no tocante não apenas à reduzir gastos, mas de encontrar soluções para o incremento de receitas ao Estado do Rio Grande do Sul", destacou.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia