Equipe do TEDxLaçador Equipe do TEDxLaçador Foto: RICARDO JAEGER/DIVULGAÇÃO/JC

TEDxLaçador ocorre em Porto Alegre no próximo sábado

Atividade ocorre no campus Zona Sul da UniRitter

O TEDxLaçador acontece em Porto Alegre desde 2010 e, em 2017, será realizado no dia 10 de junho, das 8h às 18h20min, próximo sábado, no Auditório da UniRitter (rua Orfanotrófio, nº 555). A conversa será em torno de Novos olhares e reunirá uma gama bastante variada de palestrantes. É o que garante a responsável pela curadoria da edição no Rio Grande do Sul, Ana Goelzer. “Essa é uma preocupação da curadoria que eu faço para que exista uma representação no palco. Não é um evento só de homens brancos. A line up é feita levando muitos critérios em consideração”, assegura.
A curadora destaca a proximidade do público com quem sobe ao palco, o que torna a atração uma grande reflexão. “Essa é uma característica do evento: não tem uma área vip. Todos ficam juntos, os palestrantes ficam na plateia o dia todo”, aponta. Para a maratona reflexiva, os presentes também confraternizarão com um café de boas-vindas, dois coffee breaks e almoço.
Outro ponto importante é o tempo determinado para cada fala. Mesmo que os palestrantes – assim como a organização – sejam voluntários, Ana ressalta que a preparação, por vezes, é exaustiva. Tudo para que o tempo seja bem aproveitado. “Alguns precisam refazer suas apresentações até que se consiga um resultado satisfatório. Porque falar nesse tempo tem que ter clareza, objetividade e saber defender em um curto espaço de tempo.”
Entre os critérios utilizados pela curadora, a representatividade é uma das mais valorizadas. Ana lembra que, embora a população negra seja maior no Brasil, essa porcentagem não se reflete nos palcos de eventos pelo País. “Porque eles não são convidados para a maioria dos eventos”, observa. As ideias buscadas em cada palestrante não ficam restritas a questão do ativismo, uma vez que cineastas e escritores já subiram ao palco do TEDxLaçador.
Para chegar em cada nome, Ana admite que a curadoria nunca para. “Diariamente estou lendo, vendo documentários, escutando programas, lendo comentários no Facebook, vendo grupos e sempre tem alguém que se destaca”, explica. Assim, a curadora monta a line up – e agrega pessoas ao seu banco de dados para futuros eventos. “Às vezes, peço ajuda para pessoas que me indicam outros palestrantes e eu vou atrás”, acrescenta. A partir daí, Ana se debruça pesquisando sobre a pessoa até o momento de convidá-la.
Entre os palestrantes desta edição, estão: Karina Vieira, que pesquisa a formação da identidade da mulher negra na zona oeste do Rio de janeiro e, por conseguinte, da comunidade negra; Marcelo Cardoso, administrador com extensão pela Kellog Northwestern, foi presidente do Hopi-Hari, DBM LHH, Natura e Fleury; Miriam Santos, moradora da favela da Rocinha e idealizadora do projeto Inclusive que, através do teatro, leva informações sobre dislexia para as casas das pessoas da comunidade; Carlos Kristensen, um dos maiores defensores e divulgadores dos ingredientes gaúchos no Brasil.
Para saber quem são os demais palestrantes, clique aqui
Compartilhe
Artigos relacionados
Comentários ( )
Deixe um comentário

Publicidade
Newsletter

HISTÓRIAS EMPREENDEDORAS PARA
VOCÊ SE INSPIRAR.

Receba no seu e-mail as notícias do GE!
Faça o seu cadastro.





Mostre seu Negócio