Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 21 de junho de 2017. Atualizado às 15h57.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

copa das confederações

21/06/2017 - 14h46min. Alterada em 21/06 às 14h46min

Com gol de Cristiano Ronaldo, Portugal supera Rússia na Copa das Confederações

Os atuais campeões europeus superaram a anfitriã Rússia

Os atuais campeões europeus superaram a anfitriã Rússia


KIRILL KUDRYAVTSEV / AFP/JC
A seleção portuguesa contou mais uma vez com o brilho de Cristiano Ronaldo para conquistar a sua primeira vitória na Copa das Confederações. Nesta quarta-feira, com um gol nos minutos iniciais do astro do Real Madrid, os atuais campeões europeus superaram a anfitriã Rússia por 1 a 0, em Moscou, pela segunda rodada do Grupo A, e se aproximaram da classificação às semifinais.
Ainda que sem brilhar, Portugal teve o controle da partida e poderia até ter construído uma vitória por um placar mais dilatado diante da Rússia, não fosse a ótima atuação do goleiro Akinfeev. Com o apoio da torcida, que lotou o estádio, a seleção local se esforçou muito para ao menos arrancar o empate, mas, em desvantagem, exibiu pouco repertório e criatividade, mal ameaçando a meta defendida pelo goleiro Rui Patrício.
A vitória levou Portugal aos quatro pontos, sendo que no próximo sábado vai enfrentar a frágil Nova Zelândia, em São Petersburgo, no seu último compromisso na fase de grupos da Copa das Confederações. Já a Rússia, que está com três pontos, tentará se reabilitar diante do México em Kazan. Ainda nesta quarta, mexicanos (um ponto) e neozelandeses (zero) se enfrentarão em Sochi no complemento da segunda rodada do Grupo A em Sochi.
Motivada pelo apoio da sua torcida, a Rússia até tomou a iniciativa de atacar e tentou impor uma marcação forte sobre a seleção portuguesa no começo da partida. Mas a realidade se impôs logo aos oito minutos, quando Raphael Guerreiro fez cruzamento da esquerda para Cristiano Ronaldo marcar de cabeça e colocar a sua equipe em vantagem.
O gol não chegou a desanimar a Rússia, que tentava arrancar o empate, mas nem conseguia criar chances de gol, por exibir pouca criatividade na criação das jogadas. Já Portugal exibia sua dependência de Cristiano Ronaldo para ameaçar a meta russa. E ele quase marcou novamente aos 31 minutos, quando se livrou de um adversário na grande área e finalizou para boa defesa de Akinfeev, que fez a sua centésima partida pela seleção russa.
Assim, o primeiro tempo terminou sem que Portugal tivesse a sua meta ameaçada. E a situação não mudou muito na etapa final, mesmo que a Rússia tenha sido mais ofensiva. Inclusive, logo no começo, aos quatro minutos, os atuais campeões europeus quase marcaram com André Silva, que cabeceou para mais uma defesa difícil do goleiro adversário após cruzamento de Cédric aos quatro minutos.
Portugal ainda chegaria com perigo em uma finalização de fora da área de Cédric, aos 11, e em um cabeceio de Cristiano Ronaldo, aos 18 minutos. Só que a equipe desperdiçou as duas oportunidades e permitiu que a Rússia acreditasse na possibilidade de arrancar o empate.
Além disso, para esquentar o jogo, a seleção portuguesa recuou demais em seu sistema defensivo. A Rússia aproveitou a situação para esboçar uma pressão, liderada pelo bom desempenho de Golovin. Mas encontrava enorme dificuldade para transformar as suas tramas ofensivas em finalizações para o gol.
Na parte final do jogo, Portugal adiantou a marcação e passou a valorizar mais a posse de bola. A equipe ainda levou um susto nos acréscimos, quando Dzhikiya cabeceou rente ao travessão após uma cobrança de escanteio. Mas acabou sendo o suficiente para a equipe não levar mais sustos e assegurar, mesmo sem uma grande atuação, a sua primeira vitória na Copa das Confederações, após deixar escapar nos instantes finais o triunfo sobre o México na sua estreia no torneio.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Dorian R. Bueno 21/06/2017 15h09min
nCULPA DOS JOGADORES DO INTERNACIONAL !!!nnNa hora do almoço entrei no restaurante e estava passando o jogo da Copa das Confederações entre RÚSSIA e PORTUGAL. Por gostar de uma partida de futebol bem jogada, com jogadores de alto nível bem disputada e com grandes lances, fiquei bem próximo da TV para poder assistir. Chamou-me atenção que os RUSSOS vestiam uma camisa VERMELHA sem muitas glórias, mas lógico que pensei que era o time do INTERNACIONAL. A partida estava um lá e cá e de repente o Cristiano Ronaldo fez o dele de cabeça por trás da zaga. Lembrei mais uma vez do time do COLORADO jogando futebol e tomando GOL de tudo que é jeito. Um colega gritou da outra mesa. - Dorian já faz duas partidas que não sofremos GOLS e estamos invictos. Estava RUSSO de ver este jogo e falei bem alto para todo mundo ouvir. Somente vou pagar o meu almoço e ir embora, depois que sair o GOL do INTERNACIONAL. Bah Tchê, o dono do restaurante pediu pelo o AMOR DE DEUS não faça isto comigo, preciso fechar o restaurante para poder descansar. A RÚSSIA não conseguiu empatar e não teve jeito, a Seleção de Portugal venceu por um a zero, paguei bem quietinho, se não eu teria que lavar a louça. Abs. Dorian Bueno Google + Plus, POA, 21.06.2017nn