Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 21 de junho de 2017. Atualizado às 00h07.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

campeonato brasileiro

Notícia da edição impressa de 21/06/2017. Alterada em 20/06 às 22h05min

Portaluppi não deverá poupar titulares contra o Coritiba amanhã

A fase não pode ser melhor para o Grêmio.  Com apenas uma derrota (e, ainda assim, com uma equipe reserva) em oito jogos no Campeonato Brasileiro, o Tricolor fará as duas próximas partidas diante de seu torcedor. Amanhã, às 21h, na Arena, os comandados de Renato Portaluppi enfrentam o Coritiba, time de boa campanha neste início de competição, em terceiro lugar.
Para o duelo com os paranaenses, a programação da comissão técnica e da direção era de poupar alguns ou boa parte do time para evitar lesões para as demais competições - nas próximas semanas, o time tem compromissos pela Copa do Brasil e pela Libertadores da América. No entanto, depois do empate com o Cruzeiro por 3 a 3, em Belo Horizonte, Portaluppi falou que ainda não é o momento de poupar jogadores. No próximo domingo, o Grêmio receberá o Corinthians, líder do Brasileirão. Então, a preservação de titulares deve ficar para mais adiante.
As baixas confirmadas para o jogo de amanhã são o zagueiro Kannemann, afastado por um problema muscular, já que foi substituído no jogo contra os mineiros, além do volante Ramiro, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Por outro lado, o treinador poderá ter à disposição os atacantes Miller Bolaños e Lucas Barrios, que devem entrar ao longo da partida. A tendência é de que o paraguaio treine hoje com os companheiros.
A última atuação de Barrios foi na goleada por 6 a 3 sobre a Chapecoense, no dia 8 de junho, em Santa Catarina, quando foi sacado na etapa final com problemas musculares na coxa. Os médicos apontaram 10 dias para seu retorno aos gramados, prazo que se encerrou no último sábado.
Ainda sem perder na Arena nesta temporada, o Tricolor defenderá diante do Coxa uma invencibilidade de 17 jogos, com 12 vitórias e cinco empates.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia