Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 30 de junho de 2017. Atualizado às 10h35.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado Financeiro

Alterada em 30/06 às 10h35min

Taxas futuras de juros recuam com o dólar

Os juros futuros operam em baixa diante da liquidez ainda fraca e na esteira do dólar nesta sexta-feira (30). O resultado da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) - com taxa de desemprego em 13,3% no trimestre até maio no piso do intervalo das projeções do mercado e com elevação da renda média real de 2,3% no trimestre até maio ante igual período/2016 -, é monitorado, mas operadores ressaltam que o indicador segue ainda em patamar elevado, impedindo uma reação significativa das taxas de juros.
Às 9h30min, o DI para janeiro de 2018 estava em a 8,965%, na mínima, de 8,985% no ajuste de quinta-feira (29). O DI para janeiro de 2019 estava a 8,96%, ante 8,99% no ajuste da véspera. O DI para janeiro de 2021 caía a 10,13%, na mínima, de 10,18% no ajuste de quinta.
O dólar à vista recuava 0,38%, aos R$ 3,2919. O dólar futuro para agosto, mais líquido a partir desta sexta, caía 0,38%, a R$ 3,3115.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia