Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 29 de junho de 2017. Atualizado às 22h56.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado de Capitais

Notícia da edição impressa de 30/06/2017. Alterada em 29/06 às 21h19min

Farmacêutica Biotoscana continua com plano de abertura de capital na Bolsa de Valores

A companhia do setor farmacêutico Biotoscana manteve seu plano de abertura de capital e sua oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) poderá chegar a até R$ 1,55 bilhão, se considerado todos os lotes extras. Considerando apenas o lote principal, a oferta poderá ficar entre R$ 992 milhões e R$ 1,154 bilhão, sendo que a faixa indicativa de preço foi estabelecida entre R$ 24,50 e R$ 28,50. O BDR é o Brazilian Depositary Receipt, ou certificado de depósito de valores mobiliários, que é um valor mobiliário emitido no Brasil que representa outro valor mobiliário emitido por companhias abertas com sede no exterior.
Serão ofertadas 40.500.000 BDRs, sendo 16.000.000 da oferta primária e 24.500.000 da oferta secundária, ou seja, com a venda de ações dos atuais acionistas. Se houver demanda, poderá ser ofertado o lote suplementar de 6.075.000 BDRs, ou 15% do lote principal. Já o lote adicional engloba 8.100.000 BDRs, ou 20% do total.
O procedimento de bookbuilding, que é de coleta de intenção de investimentos, já teve início e se encerra no dia 18 de julho, data em que será precificada a BDR. Os bancos de investimento coordenadores da oferta são JPMorgan, Itaú BBA e BTG Pactual.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia