Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 27 de junho de 2017. Atualizado às 22h36.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Agronegócios

Notícia da edição impressa de 28/06/2017. Alterada em 27/06 às 21h05min

Estado ganha novo sistema de gestão de agrotóxicos

Ontem, o governador do Estado, José Ivo Sartori, assinou a instrução normativa que implementa o Sistema Integrado de Gestão de Agrotóxicos (Siga). O Siga é um sistema on-line que integra todas as operações relativas a este comércio no Estado, desde o registro de empresas comerciantes até a emissão da receita agronômica e utilização destes produtos. O sistema diz respeito à rastreabilidade de uso em produtos agrícolas, gerencia a emissão de receitas, implanta o processo de coletas para análise de resíduos, disponibilizando um banco de dados atualizado.
O Rio Grande do Sul e o Paraná serão os pioneiros na gestão desse tipo de informação. Hoje, no Estado, existem mais de 1.400 empresas registradas, que, no passado, tinham a necessidade de enviar, na forma física, as movimentações de compra e venda, gerando acúmulo de documentos, dificultando a análise. Estes documentos já são mantidos na forma digital, em cada uma destas empresas. Agora, elas vão passar a enviar estes documentos para dentro do Siga.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia