Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 27 de junho de 2017. Atualizado às 08h06.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado Financeiro

Alterada em 27/06 às 08h10min

Em sessão de liquidez modesta, bolsas asiáticas terminam em direções distintas

As principais bolsas da Ásia terminaram a sessão desta terça-feira (27) em direções mistas, em meio a um pregão com pouco volume de negócios. O índice pan-asiático Dow Jones Pacific encerrou subiu 1,69 ponto (0,10%), para 1.636,63 pontos. A liquidez mais restrita na Ásia reflete também a sessão calma em Wall Street na segunda-feira.
Apesar da liquidez limitada, as bolsas de Seul e de Wellington atingiram novos recordes de fechamento.
Na Coreia do Sul, o índice Kospi terminou com alta leve de 0,14%, aos 2.391,95 pontos. Os papéis da Korean Air Lines avançaram 0,92% e da Samsung Electronics subiram 0,04%.
Já na Nova Zelândia, o índice S&P/NZX 50 subiu 0,41%, para 7.626,35 pontos. As ações da Fletcher Building saltaram 1,79%.
A Bolsa de Xangai teve elevação de 0,18%, terminando em 3.191,20 pontos, com destaque para alta de ações bancárias. Os papéis do China Merchants Bank saltaram 5,67% e Hua Xia Bank ganharam 1,00%.
Em Shenzhen, o índice composto teve valorização de 0,09%, terminando em 1.898,54 pontos. A siderúrgica Angang Steel avançou 0,36%.
Por sua vez, a Bolsa de Hong Kong fechou em queda de 0,12%, aos 25.839,99 pontos. Pesaram sobre as negociações as vendas de ações de empresas de tecnologia, após alta recente. As ações da China Mobile cederam 0,12%.
Em Sidney, o índice S&P/ASX200 recuou 0,10%, para 5.714,20 pontos. Na Índia, a Bolsa de Mumbai terminou com desvalorização de 0,67%, aos 30.930,36 pontos, o sexto declínio em oito sessões. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia