Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 26 de junho de 2017. Atualizado às 23h25.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

comércio exterior

Notícia da edição impressa de 27/06/2017. Alterada em 26/06 às 21h02min

Protecionismo dos Estados Unidos sobreo aço deve colocar OMC em 'saia justa'

Uma nova rodada de medidas protecionistas a ser tomada pelos EUA deve colocar a Organização Mundial do Comércio (OMC) em uma "saia justa" em relação ao aço, na avaliação do banco de investimentos Brown Brothers Harriman (BBH). A medida estudada pelo governo de Donald Trump pode respingar no Brasil, que é um dos cinco maiores exportadores de aço para o país. No final deste mês, esse estudo será entregue pelo secretário do Comércio, Wilbur Ross, deixando a questão sobre como a indústria siderúrgica dos EUA será protegida pelo governo Trump. "Alternativamente, caso as regras da OMC sejam a favor dos EUA, provavelmente estimulariam outros países a imitar o protecionismo norte-americano", comentou o BBH.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia