Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 23 de junho de 2017. Atualizado às 10h35.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado Financeiro

Alterada em 23/06 às 10h41min

Juros futuros sobem após IPCA-15 acima da mediana, mas queda do dólar limita alta

Os juros futuros operam em alta moderada desde cedo, mas que é limitada pela queda do dólar, após o avanço de 0,16% do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo - 15 (IPCA-15) em junho - acima da mediana das estimativas de 0,11%. Em maio, o indicador subiu 0,24%.
A desaceleração na margem, de todo modo, ainda apoia as expectativas majoritárias de corte de 0,75 ponto porcentual na Selic na reunião de julho. Com o resultado, o IPCA-15 acumula aumento de 1,62% no ano e de 3,52% em 12 meses até junho.
Às 10h07min, o DI para janeiro de 2018 marcava 8,995%, de 8,975% no ajuste de quinta. O DI para janeiro de 2019 exibia 9,01%, de 8,98% no ajuste anterior. O DI para janeiro de 2021 estava em 10,19%, de 10,18% no ajuste de quinta.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia