Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 22 de junho de 2017. Atualizado às 23h42.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Aviação

Notícia da edição impressa de 23/06/2017. Alterada em 22/06 às 20h29min

Procura por voos internacionais sobe 11,98%

Apenas em maio, foram transportados 617 passageiros para o exterior

Apenas em maio, foram transportados 617 passageiros para o exterior


JOSÉ CRUZ/ABR/JC
A demanda por voos internacionais de passageiros, medida em RPK (passageiros-quilômetro pagos transportados, na sigla em inglês), cresceu 11,98% em maio deste ano na comparação com o mesmo mês de 2016, de acordo com dados divulgados nesta quinta-feira pela Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear).
A entidade, que apresenta a estatística com base no desempenho de suas companhias aéreas associadas (Avianca, Azul, Gol e Latam), também informou que, em termos de oferta internacional, foi verificado um crescimento de 8,90% no mês passado ante maio do ano passado.
Desta maneira, a taxa de ocupação dos voos internacionais no mês passado ficou em 84,58%, um aumento de 2,33 pontos percentuais (p.p.) na comparação com o mesmo mês de 2016. Segundo a Abear, foram transportados 617 mil passageiros no segmento internacional em maio, um crescimento de 8,98% na mesma base de comparação.
Entre as empresas nacionais, a Latam liderou o transporte internacional de passageiros em maio, com 80,00% da participação de mercado. A Azul respondeu por 10,18%, e a Gol teve 9,74%. A Avianca Brasil obteve 0,09% de market share.
No acumulado dos cinco primeiros meses de 2017, a demanda internacional apresentou um crescimento de 11,19% ante o mesmo período de 2016, enquanto a oferta internacional aumentou 6,20% na mesma base de comparação. Com isso, a taxa de ocupação de janeiro a maio deste ano melhorou 3,83 p.p. ante o ano passado, para 85,34%.
No total, as empresas transportaram 3,4 milhões de pessoas no segmento internacional de janeiro a maio, o que representa uma expansão de 10,70% em relação ao mesmo período do ano passado.
 

Anac atualiza regras de cobrança e de tarifas

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) atualizou as regras que tratam da cobrança e arrecadação de tarifas aeroportuárias para aeroportos civis públicos, podendo alcançar ainda aeroportos concedidos à iniciativa privada.
As novas regras constam de resolução publicada no Diário Oficial da União (DOU), abrangem as tarifas de embarque, conexão, pouso e permanência, e revogam vários normativos sobre o assunto. A resolução entrará em vigor em 60 dias.

Latam Brasil começa a implantar novos perfis tarifários no sábado

Aérea criou quatro tipos de taxas

Aérea criou quatro tipos de taxas


/JOÃO MATTOS/ARQUIVO/JC
A Latam Brasil informou, nesta quinta-feira, que os novos perfis tarifários da companhia começarão a ser implantados neste sábado. Serão criadas quatro categorias de cobrança, cujos valores vão oscilar de acordo com os serviços e benefícios oferecidos aos clientes, incluindo o despacho de bagagens.
As tarifas "Promo" e "Light" não preveem o despacho gratuito de malas, enquanto a categoria "Plus" permite que uma bagagem seja despachada - a classe mais cara, "Top", possibilita que duas unidades sejam despachadas.
A implantação dos perfis de tarifa será feita de maneira gradual. Passageiros das categorias "Promo" e "Light" poderão adquirir o serviço de despacho de bagagem separadamente - caso a compra seja feita no momento da emissão do bilhete, a taxa cobrada será de R$ 30,00. Se a contratação do despacho de bagagem for realizada pelo site da companhia, call center, aplicativo ou durante o check-in virtual, o preço será de R$ 50,00. Para compras feitas no balcão de check-in ou lojas, a taxa será de R$ 80,00.
Entre outros serviços que podem ser incluídos nas tarifas estão a possibilidade de reservar assentos antecipadamente, contar com espaço adicional e outros.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia