Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 19 de junho de 2017. Atualizado às 18h38.

Jornal do Comércio

Economia

CORRIGIR

notas

Notícia da edição impressa de 20/06/2017. Alterada em 19/06 às 20h48min

Chatbot

A Visa está investindo em atendimento digital e acaba de lançar um bot no Facebook Messenger. Para usar o sistema e se comunicar com a empresa, o usuário precisa apenas chamar a página da Visa no Facebook para um bate-papo no aplicativo de celular ou no navegador. O robô é capaz de responder a até 90% das questões mais corriqueiras dos usuários sem recorrer à ajuda de humanos. Ao informar os seis primeiros dígitos do cartão Visa, a ferramenta já apresenta os benefícios atrelados e mostra ofertas e promoções feitas sob medida.
StartupRS I
O programa StartupRS, que busca a capacitação e o fomento de empresas digitais gaúchas, está com inscrições abertas para a sexta turma, até o dia 25 de junho. Serão 15 projetos da área digital selecionados para participar de uma série de ações de capacitação de empresas. O objetivo é transformá-las em empreendimentos viáveis e preparados para o mercado, com chances de vendas e acesso a investidores.
StartupRS II
Podem se inscrever startups que possuam negócios digitais em quaisquer segmentos (preferencialmente com CNPJ), como mobilidade, Big Data, segurança digital, games, marketing digital, entre outros. A contrapartida financeira de cada empresa selecionada fica em cinco parcelas de R$ 290,00. O programa StartupRS é uma realização do Sebrae-RS e conta com diversos parceiros. Mais informações em: www.sebrae-rs.com.br/startups.
Receita
A VMware, uma das líderes em infraestrutura em nuvem e mobilidade corporativa, obteve receitas de US$ 1,74 bilhão no primeiro trimestre do ano fiscal de 2018, um aumento de 9% em relação ao primeiro trimestre de 2016. As receitas vindas de licenças foram de US$ 610 milhões, um aumento de 7% em relação ao mesmo período de 2016.
 
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia