Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 13 de junho de 2017. Atualizado às 14h29.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

indústria automotiva

Alterada em 13/06 às 14h32min

Financiamentos de veículos novos crescem 10,1% em maio, revela B3

Os financiamentos de veículos novos no Brasil subiram 10,1% em maio deste ano ante igual mês do ano passado, para 160,2 mil unidades, em soma que considera veículos leves, pesados e motos. É o primeiro crescimento nesse tipo de comparação desde fevereiro de 2014. 
Em relação a abril, o aumento foi ainda maior, de 28%, desempenho que contou com a ajuda de quatro dias úteis a mais em maio. No acumulado do ano, no entanto, o resultado ainda é negativo, de 4,8%, para 695,1 mil unidades.
Apesar dos avanços, a B3 prega cautela. "Ainda é cedo para falar em melhora do cenário econômico, os dados seguem indicando muito mais um cenário de estabilidade da economia", disse Marcos Lavorato, gerente de Relações Institucionais da B3.
Desde o início da crise econômica, em 2015, o número de financiamentos de veículos tem enfrentado quedas maiores do que o mercado como um todo (que considera também as vendas à vista). Isso ocorreu por causa da restrição ao crédito por parte dos bancos, que se tornaram mais rigorosos em razão do aumento da inadimplência e do desemprego.
O mercado como um todo voltou a ter resultados positivos na comparação anual em março, ainda que tímidos. Dois meses depois, é a vez do financiamento ter crescimento.
Em conta que considera somente os veículos leves, que representam a maior parte do mercado, os financiamentos tiveram avanço de 12,7% em maio ante maio de 2016, para 97,1 mil unidades. Na comparação com abril, o crescimento foi de 27,2%. De janeiro a maio, foram feitos 419,3 mil financiamentos de veículos leves, queda de 2,6% ante igual período do ano passado.
Entre os pesados, houve expansão de 2,5% nos financiamentos em maio ante igual mês do ano passado, para 5.157 unidades. Em relação a abril, a alta foi de 12,3%. Porém, o número de unidades novas financiadas ainda cai no acumulado do ano, 12,8%, para 21,2 mil.
No caso das motos, as vendas financiadas cresceram 6,6% em maio sobre o volume de maio do ano passado e subiram 31% na comparação com abril, para 57,2 mil unidades. Já o resultado acumulado de janeiro a maio cai 7,4%, para 252,4 mil unidades.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia