Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 28 de junho de 2017. Atualizado às 23h56.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Edgar Lisboa

Repórter Brasília

Notícia da edição impressa de 29/06/2017. Alterada em 28/06 às 21h15min

Ranking dos políticos

Senadora Ana Amélia Lemos (PP-RS)

Senadora Ana Amélia Lemos (PP-RS)


MARCELO G. RIBEIRO/JC
A primeira colocação da senadora gaúcha Ana Amélia (PP), no ranking dos políticos, que avalia o desempenho de todos os 594 congressistas, foi destaque no Simpósio da Produção de Soja esta semana em Bagé. O ranking é atualizado permanentemente em site especializado que avalia o desempenho de cada parlamentar. Ana Amélia desponta no topo da classificação com grande margem de pontos. Os dados que permitiram a classificação são de origem oficial pública, sendo a maioria deles do site do Congresso Nacional. Entre os pontos avaliados estão processos judiciais, acusações graves, condenações, diminuição dos gastos públicos, incentivo à livre-iniciativa e regime de mercado, combate à corrupção, eficiência dos serviços públicos, meritocracia no funcionamento, liberdade de expressão e informação, manutenção na filiação partidária.
Dinheiro público
O ranking é analisado por profissionais que avaliam a atuação de cada um através de informações com utilização plena da internet. Entre os últimos trabalhos realizados por politicos.org.br estão as denúncias dos deputados que utilizaram jatinhos para viagens não oficiais. Foi feito um pente-fino nos recibos de gastos de cada parlamentar e a aplicação do dinheiro público. Um exemplo que, com a utilização das mídias sociais, deverá migrar também para o acompanhamento das ações de deputados estaduais e vereadores. Com esses recursos técnicos em tempo real, o eleitor vota e terá condições de cobrar do seu representante a boa aplicação do dinheiro dos contribuintes.
Dispensa porte de CNH
A deputada federal Christiane Yared (PR-PR) criticou duramente o projeto que prevê o fim das multas ao motorista que não estiver com a carteira de habilitação ou a licença do veículo no momento da abordagem. De autoria da ex-deputada Sandra Rosado e da deputada Keiko Ota (PSB-SP), a proposta prevê que o agente obtenha as informações do condutor por meio de consulta aos bancos de dados oficiais. "Estamos em uma época em que cada vez buscamos mais rigor na fiscalização no trânsito, e esse projeto vai justamente na contramão da paz no trânsito. Uma proposta que apenas beneficia o infrator e em nada auxilia na redução das ocorrências nas ruas", disparou a parlamentar paranaense que vai recorrer da decisão.
Mudando de postura
O novo chefe da Casa Civil do governo José Ivo Sartori, do Rio Grande do Sul, Fábio Branco, muda positivamente a postura do Executivo em relação aos aliados. Ex-prefeito de Rio Grande, o deputado estadual eleito pelo PMDB estava na Secretaria de Desenvolvimento do Estado. Marcio Biolchi (PMDB), antecessor de Branco, foi para a Secretaria de Desenvolvimento. A troca que deu certo.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia