Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 25 de junho de 2017. Atualizado às 22h43.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Roberto Brenol Andrade

Palavra do Leitor

Notícia da edição impressa de 26/06/2017. Alterada em 25/06 às 17h41min

Ações na poupança

Desde 2010, o Supremo Tribunal Federal (STF) sustou o andamento de todos os processos nos quais os poupadores reivindicam diferenças da correção da poupança. No caso do julgamento dos créditos da poupança, que está suspenso desde 2010, por decisão liminar, é outro mistério. Os advogados realizaram o seu trabalho e agora tiveram sustados, em todo o País, o andamento destes processos, protelando o pagamento do direito dos poupadores e o trabalho dos advogados. A discussão envolve fatos ocorridos há mais de 30 anos, não havendo justificativa ao menos razoável para que a suspensão do andamento dos processos pelo STF, mediante liminar que perdure por sete anos frustrando poupadores, muitos dos quais já falecidos, e advogados. À OAB caberia juntar todos os advogados que têm ações da poupança e acampar na frente do Supremo, e não sair enquanto não ocorrer o julgamento definitivo destas ações. (Irineo Miguel Messinger, advogado)
Coluna Observador
Em relação à nota A sucessão rural (coluna Observador, Jornal do Comércio, 23/06/20107), tenho a impressão de que os criadores de gado do Rio Grande do Sul continuam com a resistência de atuarem como na idade da pedra. Vacinar gado é como jogar dinheiro fora. Sem rastreabilidade e com vacina aftosa é a mesma coisa que ser contra seus próprios interesses. Está aí o resultado, não podem mais considerar as orientações do Brasil Central, lá a carne produzida ainda está longe de ter a possibilidade de determinados controles, dado o tamanho dos rebanhos, manejo e condições do clima. (Francisco Berta Canibal, Arroio dos Ratos/RS)
Cuba
A fim de dar maior ênfase aos resultados do regime cubano que o leitor Rafael Alberti Cesa comenta e considera trágico (JC, 22/06/2017), quero acrescentar que, neste período, estes comunistas desenvolveram e estão testando no Instituto do Câncer Roswell Park dos EUA, uma vacina (Cimavax) contra o câncer de pulmão, tratamento este gratuito na ilha. Também tem origem em Cuba a vacina anticarrapato (Gavac) usada na prevenção da babesiose, que afeta o rebanho bovino e causa grandes prejuízos aos produtores. Este produto cubano resultado da engenharia genética é utilizado aqui no Brasil. Como podemos comprovar, Cuba já invadiu o Brasil com seu conhecimento, um perigo... (Romeu Kerber, cirurgião-dentista, Ibirubá/RS)
INSS
A Previdência Social deveria obrigar empresas a colocar na internet a tabela do recolhimento mensal do INSS, com o CPF dos seus empregados. Tenho conhecidos que buscaram a aposentadoria e só aí ficaram sabendo que a empresa não recolhia a Previdência há três anos ou mais. Claro que não puderam se aposentar. Então, os prejudicados são o governo federal, que deve perder bilhões mensalmente, e o empregado. Já quem sonega não tem problema ao não recolher para o INSS. Só após ser processado. Está errado. (Júlio de Azevedo, Porto Alegre)
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia