Porto Alegre, sexta-feira, 10 de julho de 2020.
Dia da Pizza.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 10 de julho de 2020.
Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR
22/06/2017 - 18h28min. Alterada em 22/06 às 18h28min

Peças de teclados se transformam em marcadores de livros

Marcadores de livros foram criados pela designer gaúcha Eliana Colognese para o blog Mercado Digital

Marcadores de livros foram criados pela designer gaúcha Eliana Colognese para o blog Mercado Digital


PATRICIA KNEBEL/ESPECIAL/JC
A designer gaúcha Eliana Colognese, mestre na arte de transformar botões, canela, prendedor de roupas e rolhas, entre outros insumos, em joias e acessórios de decoração, usou toda a sua criatividade e criou uma linha de marcadores de livros utilizando materiais reciclados de teclados de computador. A ação foi desenvolvida para comemorar o lançamento do blog Mercado Digital, da jornalista Patricia Knebel, do Jornal do Comércio.
A designer gaúcha Eliana Colognese, mestre na arte de transformar botões, canela, prendedor de roupas e rolhas, entre outros insumos, em joias e acessórios de decoração, usou toda a sua criatividade e criou uma linha de marcadores de livros utilizando materiais reciclados de teclados de computador. A ação foi desenvolvida para comemorar o lançamento do blog Mercado Digital, da jornalista Patricia Knebel, do Jornal do Comércio.
Foram usadas chapas de metal retiradas de dentro de teclados descartados, que foram cortadas e polidas a mão, peça por peça, mantendo os registros e cores originais. “É importante trazer esse viés do reaproveitamento de materiais já sem uso também para esse mercado de tecnologia”, comenta Eliana.
Comentários CORRIGIR TEXTO