Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 21 de junho de 2017. Atualizado às 00h07.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR

Frases e Personagens

Notícia da edição impressa de 21/06/2017. Alterada em 20/06 às 20h17min

Frases e personagens

Prefeito Nelson Marchezan Júnior

Prefeito Nelson Marchezan Júnior


FREDY VIEIRA/JC
"É uma vitória de Porto Alegre! A Câmara Municipal aprovou o projeto que autoriza o Executivo a captar empréstimos na ordem de R$ 120 milhões para finalizar as obras de infraestrutura da Copa de 2014 (lembra dela?)." Nelson Marchezan Júnior (PSDB), prefeito de Porto Alegre.
"O Bndes como banco de fomento deveria ter dado maior atenção às micro, pequenas e médias empresas, e não canalizado créditos fartos a grandes empresas, os chamados 'campeões nacionais'. É hora de corrigir. É preciso afastar as incertezas, para que o Bndes faça o seu imprescindível dever: fomentar o crescimento sustentável e a geração de empregos." Germano Rigotto (PMDB), ex-governador do Estado.
"Já percebi entusiasmo - tanto do governo russo quanto de empresários do país - com a integração entre Brasil e Rússia. Neste primeiro dia da viagem aqui em Moscou, eu já vejo resultados muito saudáveis para a nossa economia, especialmente porque tenho salientado a segurança jurídica e a estabilidade econômica que hoje alcançou nosso País." Michel Temer (PMDB), presidente da República.
"Sou favorável à Lava Jato, e que todos os que cometeram ilicitudes sejam punidos, não interessa de qual partido." Ana Amélia Lemos (PP), senadora.
"Não há um único senador que defenda esse projeto de reforma trabalhista tal como ele foi enviado. Esse projeto é indefensável. Vai aumentar a precarização das relações de trabalho e é fatal contra a Previdência. Esse projeto cria emprego? Tira o País da crise? Faz exatamente o inverso." Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), senadora.
"Dizem que não vão mexer no salário-mínimo, mas na prática acabam com a salário-mínimo quando criam o trabalho intermitente, por hora. O que faz o trabalhador se o número de horas trabalhadas não alcançar o salário-mínimo?" Também Vanessa Grazziotim.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia