Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 29 de junho de 2017. Atualizado às 23h01.

Jornal do Comércio

Viver

COMENTAR | CORRIGIR

música

Notícia da edição impressa de 30/06/2017. Alterada em 29/06 às 17h46min

Desconcerto no sábado

Arthur Wilkens e Paloma Rossatto se apresentam em projeto no Parangolé

Arthur Wilkens e Paloma Rossatto se apresentam em projeto no Parangolé


SOFIA CORTESE/DIVULGAÇÃO/JC
A música barroca chega ao bar pelo projeto Desconcerto, que realiza sua 20ª edição no sábado, às 18h30min, no Parangolé (Lima e Silva, 240). A apresentação não tem couvert definido; a contribuição é espontânea.
O cravista, cantor e regente Arthur Wilkens e a violinista Paloma Rossatto apresentam obras de Henry Purcell, Arcangelo Corelli, Francesco Geminiani e Johann Sebastian Bach. Interpretando composições escritas há mais de 200 anos, o duo propõe a suspensão da pretensa distância entre passado e presente. A inserção de uma canção do período medieval no programa sugere uma música que, antes de atemporal, pertence a todos os tempos.
Wilkens começou estudando piano e, mais tarde, cursou o Bacharelado em Composição Musical na Ufrgs. Porém descobriu interesse pela música vocal, integrando grupos como o Coral Porto Alegre, o Coro Sinfônico da Ospa e o Capela Vocal Joaquim Mendanha. Sua afinidade com repertório barroco e renascentista o levou a estudar cravo, órgão e baixo contínuo, participando dos principais festivais de música antiga do Brasil. Chegou a integrou três montagens do projeto Ópera na Ufrgs. Spalla da Orquestra Sinfônica de Santa Maria, Paloma também integra atualmente os grupos Mulheres de Bah e Música Mundana, em Porto Alegre. Em 2011, foi uma das vencedoras do Concurso Jovens Solistas da Orquestra Sesi Fundarte, com a qual solou no ano seguinte.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia