Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 29 de junho de 2017. Atualizado às 23h06.

Jornal do Comércio

Automotor

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado

Notícia da edição impressa de 30/06/2017. Alterada em 29/06 às 21h31min

Depois do Captur, Duster ganha caixa do tipo CVT

Sistema permite trocas manuais de marchas por meio da alavanca

Sistema permite trocas manuais de marchas por meio da alavanca


RENAULT/DIVULGAÇÃO/JC
A Transmissão Continuamente Variável (CVT) não é o único reforço que o Duster recebe. A Renault também introduz, apenas nas novas versões 1.6 SCe X-Tronic, outros recursos importantes: controle de estabilidade e tração e assistente de partida em rampa.
A CVT concede ao Duster um rodar ainda mais suave e silencioso em velocidade de cruzeiro. Além disso, ao manter o motor em rotação constante, ajuda a reduzir o consumo de combustível.
Com essa nova configuração, a gama do Duster fica bem diversificada. Há duas opções de motorização (1.6 e 2.0), três de câmbio (manual, CVT e automático de quatro marchas) e duas de tração (4x2 e 4x4). As versões 1.6 SCe X-Tronic custam R$ 73.490,00 (Expression) e R$ 78.990,00 (Dynamique).
Com foco no conforto e na economia, a transmissão continuamente variável se adapta bem ao trânsito pesado dos grandes centros urbanos. Seu software de gerenciamento inclui uma função de operação manual, no qual são simuladas seis marchas.
SUV de entrada da linha Renault depois do lançamento do Captur, o Duster traz de série, desde a sua versão básica, direção eletro-hidráulica, travas e vidros elétricos, alarme perimétrico.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia