Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 22 de maio de 2017. Atualizado às 15h30.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Governo Federal

Alterada em 22/05 às 15h32min

Temer recebe parlamentares para conversar sobre agenda legislativa

Agência Brasil
O presidente Michel Temer recebeu três parlamentares da base, na manhã de hoje (22). Segundo o deputado Carlos Marun (PMDB-MS), o encontro serviu para dar sequência a alguns pontos conversados durante a reunião de ontem (21), no Palácio da Alvorada, entre o presidente e integrantes da base governista.
"Tratamos de questões gerais, principalmente sobre o andamento dos trabalhos parlamentares, conforme pedido ontem durante o jantar", disse Marun, recebido hoje (22) por Temer, acompanhado do líder do governo, deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), e do líder do PMDB na Câmara, Baleia Rossi (PMDB-SP).
De acordo com Marun, o presidente pediu que sua base avance com as reformas em tramitação no Legislativo. "Ele [Temer] ficou muito contente com o grande número de pessoas que foram ontem ao jantar que, na verdade, foi uma reunião. Também ficou contente pelo fato de o encontro ter contado com a presença de representantes de todos os partidos da base", acrescentou.
O objetivo da reunião de ontem foi discutir a crise política decorrente da delação dos donos do grupo JBS, Joesley e Wesley Batista, homologada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), e que inclui a gravação de uma conversa de Joesley com o presidente. A delação motivou a abertura de inquérito contra Temer.
O presidente nega as acusações e pediu ao STF a suspensão do inquérito até que seja analisada a autenticidade das gravações. O pedido será julgado pelo plenário da corte na próxima quarta-feira (24),
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia