Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 05 de maio de 2017. Atualizado às 20h27.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

operação lava jato

05/05/2017 - 20h04min. Alterada em 05/05 às 20h28min

Grupos pró e contra Dirceu se enfrentam nas proximidades do prédio do petista

Os manifestantes contrários a Dirceu estavam nas proximidades do prédio, batendo panelas e gritando "Dirceu ladrão"

Os manifestantes contrários a Dirceu estavam nas proximidades do prédio, batendo panelas e gritando "Dirceu ladrão"


Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil/JC
Grupos pró e contra o ex-ministro José Dirceu se enfrentaram nesta sexta-feira (5), debaixo do prédio onde o petista reside em Brasília. A briga começou quando um dos manifestantes contrários ao petista puxou uma placa com os dizeres "Dirceu ladrão". Logo após, um militante do PT quebrou a placa no meio, o que deu início a troca de empurrões e agressões físicas entre os dois grupos. Como represália, um dos integrantes do grupo contrário ao ex-ministro arrancou o cartaz de um petista e rasgou.
Logo após a confusão, chegaram ao local três viaturas da Polícia Militar, que monitora a situação.
Neste momento, os manifestantes contrários a Dirceu estão nas proximidades do prédio, batendo panelas e gritando "Dirceu ladrão".
Antes do confronto, militantes do PT disseram à reportagem que vieram ao local após as manifestações de ontem, ocorridas na chegada do petista à residência em Brasília. "O que aconteceu ontem aqui foi muito grave. Nós companheiros ficamos muito preocupados com todo o ódio que foi demonstrado", afirmou Pedro Del Castro, militante do PT.
Com um cartaz na mão, Ademário Nogueira também declarou solidariedade a Dirceu. "Zé tem papel histórico dentro do partido e vamos apoiá-lo", ressaltou.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia