Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 02 de maio de 2017. Atualizado às 20h32.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

operação lava jato

Alterada em 02/05 às 20h33min

Rui Falcão diz esperar que revogação de prisão de Dirceu se estenda a Vaccari

O presidente do PT, Rui Falcão, comemorou na noite desta terça-feira (2), a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de revogar a prisão preventiva do ex-ministro José Dirceu. "Saudamos a decisão do Supremo Tribunal Federal de libertar José Dirceu e esperamos que a mesma decisão se estenda ao companheiro João Vaccari (ex-tesoureiro do partido)", escreveu o petista em nota divulgada pela presidência do partido.
A decisão também repercutiu no plenário da Câmara. Petistas foram à tribuna dizer que o ex-ministro estava preso de forma arbitrária há dois anos. "O Supremo retomou o estado de direito neste País", disse o líder da bancada do PT, Carlos Zarattini (SP).
Por 3 a 2, o STF colocou o ex-ministro em liberdade. O resultado do julgamento marca uma nova derrota para o ministro Edson Fachin (relator da Lava Jato no STF), o juiz federal Sérgio Moro e a força-tarefa da Lava Jato.
"Esperamos que o período dele (o ex-ministro José Dirceu) fora da prisão seja curto", reagiu o procurador regional da República Carlos Fernando dos Santos Lima, da força-tarefa da Lava Jato, em Curitiba.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia