Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 25 de maio de 2017. Atualizado às 00h22.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Vaticano

Notícia da edição impressa de 25/05/2017. Alterada em 24/05 às 19h57min

Papa Francisco pede que Donald Trump seja um pacificador

O presidente dos EUA, Donald Trump, se reuniu ontem com o Papa Francisco no Vaticano. Após cumprimentos tensos, uma conversa em particular por cerca de 30 minutos deixou os ânimos menos acirrados. Francisco pediu a Trump que aja como um pacificador no mundo. "Não irei me esquecer do que você disse", respondeu o líder norte-americano. 
O republicano presenteou Francisco com livros de Martin Luther King. "Acho que você vai gostar deles, espero que goste", disse. Já o Papa deu a Trump uma pequena escultura de uma oliveira e disse que aquele era um símbolo da paz. "Espero que você se torne uma oliveira e construa a paz", disse em espanhol. "Podemos usar um pouco de paz", respondeu Trump, prometendo também ler dois textos de Francisco sobre paz e proteção ambiental.
Trump estava acompanhado da primeira-dama, Melania, de sua filha mais velha, Ivanka, e de outros membros da delegação do governo dos EUA. Foi a primeira vez que Trump e o Papa se encontraram.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia