Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 03 de maio de 2017. Atualizado às 17h35.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Relações Internacionais

Alterada em 03/05 às 17h37min

EUA ameaçam novas sanções contra a Coreia do Norte

O Secretário de Estado dos Estados Unidos, Rex Tillerson, disse hoje em um encontro com diplomatas americanos que o governo está se voltando para a China, para que o gigante asiático pressione o regime norte-coreano sobre o programa de mísseis balísticos e armas nucleares.
Tillerson disse que já sabia o enorme desafio que seria lidar com o regime de Pyongyang, por conversas que teve com membros do governo do ex-presidente Barack Obama antes de tomar posse.
Segundo ele, o governo americano está preparando novas sanções que poderão ser aplicadas caso o comportamento do governo norte-coreano assim exigir. Os EUA também poderão impor sanções contra terceiros, se necessário, para interromper qualquer tipo de negócio que colabore com a continuação do programa de armas nucleares e mísseis balísticos norte-coreano, de acordo com o secretário. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia