Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 02 de maio de 2017. Atualizado às 11h09.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Coreia do Sul

Sistema americano antimíssil começa a funcionar na Coreia do Sul

O sistema antimíssil dos Estados Unidos, conhecido como THAAD, começou a funcionar na Coreia do Sul, que agora pode se defender dos mísseis norte-coreanos, disse uma autoridade sul-coreano nesta terça-feira (2).

O sistema Terminal High Altitude Defense (THAAD) instalado em um campo de golfe em Seongju tem capacidade inicial para responder às ameaças de mísseis, disse o porta-voz do Ministério da Defesa, Moon Sang Gyun. Ele não disse quando Washington e Seul esperavam que o THAAD funcionasse plenamente.

O desdobramento provocou raiva dos moradores de Seongju que temem que a Coreia do Norte pode se concentrar na cidade, além de se preocuparem com rumores de riscos à saúde.

As pessoas discutem também se os benefícios de segurança do THAAD superam as desvantagens se as relações piorarem com a China, que vê o sistema como uma ameaça, e ficaram irritados com a declaração do Presidente Donald Trump de que a Coreia do Sul deveria pagar US$ 1 bilhão pelo sistema.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia