Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 11 de maio de 2017. Atualizado às 22h51.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Clima

Notícia da edição impressa de 12/05/2017. Alterada em 11/05 às 21h42min

Porto Alegre deve encarar muita chuva durante o fim de semana

Na quinta-feira, temperaturas não subiram muito na Capital

Na quinta-feira, temperaturas não subiram muito na Capital


CLAITON DORNELLES/JC
Os guarda-chuvas e as capas protetoras contra o frio devem ser fiel companhia para os porto-alegrenses nos próximos dias. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a previsão a partir desta sexta-feira é de tempo nublado, com bastante chuva e algumas trovoadas isoladas. O sistema Metroclima, da prefeitura de Porto Alegre, alerta para o risco de alagamentos. A instabilidade deve durar até domingo, quando o tempo começa a melhorar na Capital. As temperaturas estarão em elevação, podendo chegar aos 31 graus no sábado, segundo o Inmet. O vento, porém, deve manter a sensação térmica mais baixa.
Para o Estado, a previsão também é de chuva moderada a forte para o final de semana, com trovoadas isoladas e rajadas de vento de ate 60km/h. Não está descartada queda de granizo em áreas do Oeste e Sul gaúchos nesta sexta-feira.
Ontem, o Rio Grande do Sul teve amanhecer frio, com situação mais rigorosa na metade Sul. Em Pelotas, houve registro de geada, e a mínima foi observada em Jaguarão, onde os termômetros marcaram de 4,2 graus. A máxima, de 25,8 graus, foi registrada em Iraí. Em Porto Alegre, a temperatura subiu pouco no decorrer do dia, oscilando entre 9,7 e 20,6 graus.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia