Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 28 de maio de 2017. Atualizado às 22h51.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Segurança

Notícia da edição impressa de 29/05/2017. Alterada em 28/05 às 22h41min

Órgão brasileiro antidoping é alvo de investigação da agência mundial

Mesmo tendo reconquistado, em abril, a certificação necessária para realizar testes, a Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD) segue na mira da Agência Mundial Antidoping (Wada, em inglês). O órgão regulador enviou, em maio, uma equipe do departamento de inteligência e investigação da agência à sede de ABCD, em Brasília. A visita busca apurar denúncias de conflito de interesse na nomeação de cargos na entidade.
Outro objeto de apuração é a confidencialidade das operações. A suspeita é que atletas e dirigentes poderiam estar sendo alertados sobre testes. A agência ficou recentemente ao menos seis meses sem fazer nenhuma análise surpresa, o que também causa desconfiança.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia