Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 15 de maio de 2017. Atualizado às 23h33.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

campeonato brasileiro

15/05/2017 - 22h32min. Alterada em 15/05 às 23h34min

Coritiba mostra força ofensiva e goleia o Atlético-GO na estreia do Brasileirão

Não poderia ter sido melhor a estreia do Coritiba no Campeonato Brasileiro. Embalado pela conquista do Campeonato Paranaense com a vitória na final sobre o rival Atlético, o time comandado pelo agora efetivado treinador Pachequinho não deu chances para o Atlético Goianiense, de volta à Série A, e goleou por 4 a 1, no estádio Couto Pereira, em Curitiba.
A força ofensiva do Coritiba foi notória em campo, tanto que os dois primeiros gols saíram em um intervalo de apenas três minutos na etapa inicial e os outros dois, no segundo tempo, aconteceram também em um pequeno intervalo de tempo. O único porém, se é que pode ser considerado um, foi que a guardada estreia do centroavante Alecsandro, filho do ídolo Lela e contratado junto ao Palmeiras, não aconteceu e frustrou, de leve, os pouco mais de 11 mil torcedores que foram ao jogo.
A segunda rodada do Brasileirão acontecerá somente no final de semana. E os dois clubes jogarão no sábado. Às 16 horas, o Coritiba terá pela frente o Santos, no estádio da Vila Belmiro, em Santos. O Atlético Goianiense entrará em campo um pouco mais tarde, às 19 horas, contra o Flamengo, no estádio Serra Dourada, em Goiânia.
Em campo, o Coritiba mostrou logo que não iria dar espaço para qualquer investida do Atlético Goianiense. Fez marcação pressão na saída de bola goiana e dominou as ações no meio de campo. Assim, as chances foram surgindo e os gols, com a ajuda do goleiro Klever, saíram após a primeira meia hora de jogo. Aos 31 minutos, Henrique Almeida recebeu na área, pela esquerda, e chutou rasteiro por baixo das pernas do arqueiro. Aos 34, foi Neto Berola que marcou em um chute forte de fora da área, que Klever deixou a bola passar pelas suas mãos.
Na segunda etapa, o Atlético Goianiense tentou ser um pouco mais objetivo no ataque e conseguiu diminuir com o centroavante Walter, que mesmo visivelmente gordinho marcou um belo gol de primeira, aos 17 minutos. Só que os goianos não esperavam uma estreia brilhante do meia Tomas Bastos. Foram dois belos gols de falta, aos 20 e aos 25, que acabaram com qualquer esperança do time de Goiânia de voltar para casa com ao menos um ponto na bagagem.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia