Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 05 de maio de 2017. Atualizado às 11h18.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Campeonato Gaúcho

Notícia da edição impressa de 05/05/2017. Alterada em 04/05 às 22h33min

Entre o ineditismo e o hepta

Preto e DAlessandro são os principais responsáveis pela criatividade dasequipes que se enfrentam em Caxias do Sul

Preto e DAlessandro são os principais responsáveis pela criatividade dasequipes que se enfrentam em Caxias do Sul


RICARDO DUARTE/INTER/JC
A final do Campeonato Gaúcho que será realizada neste domingo já é histórica, independentemente de quem seja o vencedor. Caso o Inter levante a taça, será heptacampeão, um feito alcançado apenas uma vez pelo Colorado, em 1975 - no ano seguinte, o time se tornaria octa. Na época, o vice-presidente era Gilberto Medeiros, pai do atual, Marcelo Medeiros. Já o Novo Hamburgo, em 111 anos de história, nunca levantou o troféu.
Melhor durante toda a competição e sem perder jogos para a dupla Grenal, o Noia promete manter um enfrentamento de igual para igual contra o favorito. O desafio do Novo Hamburgo é ainda maior pelo fato de mandar a partida longe de casa, onde não perdeu nenhum jogo. O duelo de domingo, às 16h, será disputado no estádio Centenário, em Caxias do Sul.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Dorian R. Bueno 05/05/2017 10h48min
FALAR DE GOLEIROS, ME FAZ LEMBRAR DO KIDIABA !!! É verdade gente, este goleiro africano entrou na história mundial e do Internacional naquele jogo histórico de 2010, quando deu MANDRAKE nos jogadores do Internacional, que conseguiram perder para o desconhecido e veloz time do Mazembe do Gongo.nLembram daquela dança com a bunda pulando no chão que o Kidiaba fez? Quem sabe foi algum feitiço de longo alcance que somente agora em 2017, começou a fazer efeito clínico nos Goleiros Colorados que estão quase fora de combate? Também sei que este Kidiaba brincalhão conheceu o Júlio Santos do Novo Hamburgo que andou jogando por lá.nColorados este zagueiro do Nóia está contaminado com o VÍRUS DO MANZEBE, para mais uma vez atrapalhar os planos do Internacional. Domingo, todo cuidado será pouco, ainda mais que ele já andou fazendo GOL no Grêmio, e está louco para também entrar na história através da sua competente cabeça, que durante o Gauchão já fez QUATRO GOLS por aí. Abs. Dorian Bueno, POA, 05.05.2017n