Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 02 de maio de 2017. Atualizado às 19h45.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

conjuntura internacional

Alterada em 02/05 às 19h46min

Nos EUA, advogado Jay Clayton é confirmado pelo Senado diretor da SEC

O Senado dos Estados Unidos aprovou nesta terça-feira a indicação do presidente Donald Trump para comandar a Securities and Exchange Commission (SEC, a comissão de valores mobiliários americana), Jay Clayton. O advogado de Wall Street tem como meta reverter o declínio no número de companhias públicas ao longo dos últimos 20 anos no país.
Clayton buscará também reverter a tendência de duas décadas de novas regulações do governo americano sobre companhias públicas. Algumas delas foram reações a crises nos mercados, como protocolos restritos contra fraudes contábeis. Grandes investidores, porém, podem se rebelar contra esforços que venham a ser percebidos como geradores de menor transparência.
O Senado aprovou o advogado por 61 votos a 37. Clayton foi alvo de críticas por seus laços legais com o Goldman Sachs, forjados durante sua carreira como sócio da Sullivan & Cromwell. Esse vínculo com o Goldman impedirá que ele vote em assuntos que afetam diretamente o banco.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia