Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 10 de maio de 2017. Atualizado às 14h48.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Roberto Brenol Andrade

Palavra do Leitor

Notícia da edição impressa de 10/05/2017. Alterada em 09/05 às 20h14min

Incentivos fiscais

É obrigação do Estado fornecer parte das informações que geraram as isenções de R$ 9 bilhões ao ano para empresas do Rio Grande do Sul. Estes valores são de grande soma e deixam de entrar no cofre público. Mesmo protegidos de sigilo fiscal, estes dados deveriam ser compartilhados com a comunidade gaúcha para garantir transparência e ética nos negócios. É uma obrigação constitucional do governo, que deve respeitar os requisitos legais. Uma vez que a Assembleia aprova a legislação e autoriza a concessão, poderia haver uma maior acessibilidade a estes dados e divulgados, parte deles, para toda a sociedade. Se tudo está dentro da lei, não há por que não repassar estas informações ao público. (Newton Bittencourt dos Santos)
José Dirceu
Alguns ministros se julgam supremos nos constrangendo em tentar entender a lei. Quando se fala em Estado de Direito, acreditamos no respeito que os supremos devam ter pelo que está julgado. José Dirceu (PT) me parece estar julgado e condenado a 32 anos de prisão. Os senhores do Supremo aceitam e cedem habeas corpus a um condenado a 32 anos de prisão por juiz de primeira instância? Falta de respeito ao processo jurídico, penso eu, até porque os ministros tinham conhecimento de que nova denúncia contra José Dirceu seria apresentada. Este habeas vem de onde não deveria: Supremo Tribunal Federal. (Antonio G. Poças)
Lei Rouanet
Até que um dia fomos ouvidos, respeitados e acatados como denunciantes repetidas vezes nas redes sociais de tamanha arbitrariedade que tomou conta de artistas endinheirados e famosos, assim como empresas de porte e referência no mundo da mídia que se aproveitaram dessas verbas destinadas à cultura. Mas nada para artistas de poucos recursos e iniciantes. Dilapidaram os recursos da famosa Lei Rouanet, cuja finalidade foi desviada até para festas, inclusive no exterior. (Jorge Ubatuba)
Greve
Manifestações são permitidas. Depredação, invasão de lojas, saques, quebra-quebra, não. Ofender policiais e bloquear ruas e avenidas, impedir o transporte coletivo de sair das garagens e, aí, dizer quer "houve adesão" aos protestos do dia 28 de abril é mistificar. E por que usar máscaras pretas tapando os rostos se era protesto pacífico? Hoje em dia, com os celulares filmando tudo, fica difícil esconder a verdade. (David Mello, Porto Alegre)
Novo Hamburgo
O Novo Hamburgo (NH) liderou o campeonato do início ao fim, e tem gente criticando o Internacional. O Inter jogou três vezes com o NH e não venceu uma partida. Mas vamos falar é do perdedor. O vencedor não interessa... (Tarsso Rubilar, Novo Hamburgo/RS)
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Dorian R. Bueno 10/05/2017 13h59min
E AGORA COLORADO !!!nnO ACZ vai conseguir trabalhar melhor na Série B? Posso estar errado em não querer acreditar que o Zago poderá dar a volta por cima, mesmo com alguns novos jogadores. Os seus métodos de trabalho somente funcionam dentro do campo por 45minutos. Qual o treinador ideal para o nosso Internacional recuperar o tempo perdido durante o Gauchão? O Beto Campos lá no Noia fez muito, com poucos jogadores e levantou a inédita TAÇA. O Roger lá no Atlético-MG tinha um grande elenco cheio de CASCUDOS e jovens, e com o seu estilo desbancou o Cruzeiro do experiente time do Mano. Este meu ponto de vista também serve para o jogador que foi destaque num time pequeno, e não poderá funcionar num time maior mesmo disputando a Série B. Estou começando a ficar preocupado com o futuro desempenho do centroavante Pottker. Será que lá Ponte Preta foi goleador e destaque do Paulistão sob o comando do Gilson Kleina, por que estava recebendo os passes açucarados do Fernando Bob? Posso estar louco, mas será que o internacional terá que trazer o Kleina e o Bob novamente. Abs. Dorian Bueno, POA, 10.05.2017nnnn
Dorian R. Bueno 10/05/2017 11h03min
E AGORA COLORADO !!!nnO ACZ vai conseguir trabalhar melhor na Série B?nPosso estar errado em não querer acreditar que o Zago poderá dar a volta por cima, mesmo com alguns novos jogadores.nOs seus métodos de trabalho somente funcionam dentro do campo por 45 minutos.nQual o treinador ideal para o nosso Internacional recuperar o tempo perdido durante o Gauchão?nO Beto Campos lá no Noia fez muito, com poucos jogadores e levantou a inédita TAÇA.nO Roger lá no Atlético-MG tinha um grande elenco cheio