Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 07 de maio de 2017. Atualizado às 21h38.

Jornal do Comércio

Empresas & Negócios

COMENTAR | CORRIGIR

RESPONSABILIDADE SOCIAL

Notícia da edição impressa de 08/05/2017. Alterada em 05/05 às 20h19min

Skate e renda na Restinga

Projeto social Jam Skatinga ensina ofício e esporte para jovens do bairro

Projeto social Jam Skatinga ensina ofício e esporte para jovens do bairro


JONATHAN HECKLER/JONATHAN HECKLER/JC
Samuel Lima
Ao passar pelos portões do Centro Social Padre Pedro Leonardi, na Restinga Velha, não há como não reparar no barulho de máquinas operando, como uma pequena indústria, dependendo do horário e do dia da visita. Nem em uma bem cuidada pista de skate, onde crianças e adolescentes do bairro aprendem e praticam o esporte no turno inverso ao da escola e nos fins de semana.
A instituição, que promove, há 12 anos, a inclusão social de jovens de baixa renda da região e faz parte da Igreja Nossa Senhora Aparecida, agora aposta no skate como ferramenta para transformar vidas. A mais recente ideia foi a criação de uma oficina de fabricação de shapes - a prancha que suporta o skatista -, que ganhou até marca própria, a Jam Skate.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia