Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 24 de abril de 2017. Atualizado às 14h53.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Governo Federal

24/04/2017 - 14h40min. Alterada em 24/04 às 14h54min

Em brinde, Temer e Rajoy fazem defesa de reformas

   No brinde, Temer e Rajoy também destacaram a importância de destravar o acordo entre União Europeia e Mercosul

No brinde, Temer e Rajoy também destacaram a importância de destravar o acordo entre União Europeia e Mercosul


BETO BARATA /PR/JC
No tradicional brinde que é oferecido em visita de chefes de Estado no Itamaraty, o presidente Michel Temer e o primeiro-ministro da Espanha, Mariano Rajoy, destacaram as necessidades de reformas para sair da crise econômica. Temer, que está em meio a negociações com o Congresso por conta das reformas trabalhista e previdenciária, repetiu que o Brasil passa por uma crise fiscal similar a que a Espanha passou há um tempo e que o país europeu conseguiu sair da situação por conta de reformas.
Segundo Temer, a afirmação de Rajoy, da importância de reformas, "soou como música para todos aqueles que se empenham na recuperação da economia". "Vossa Excelência registrou as resistências inaugurais e logo depois o aplauso e os efeitos que elas produziram para superar a crise", disse Temer. "Estamos no mesmo caminho", completou.
Rajoy, que segundo Temer gravou um vídeo para defender a necessidade de reformas, fez uma fala corroborando o discurso do presidente brasileiro. O primeiro-ministro - que destacou que já havia feito uma fala similar à comitiva de empresários espanhóis - afirmou que "preocupar-se com o controle do gasto público e fazer reformas, como se fez na Espanha e como está sendo feito aqui no Brasil, são as garantias de que as coisas no futuro possam sair bem". "Por mais duro e complicado que possa ser", ressaltou.
No brinde, Temer e Rajoy também destacaram a importância de destravar o acordo entre União Europeia e Mercosul. Segundo Temer, a Espanha "tem sido uma aliada fundamental" para que o processo avance. Rajoy afirmou que o acordo permitirá aumentar o intercâmbio econômico e melhorar as condições para investidores. "Será um novo impulso (...) as negociações já duram demasiado tempo", afirmou o espanhol, que reforçou que seu governo fará um esforço para tornar o acordo realidade.
Por conta da visita oficial, os governos assinaram alguns atos de cooperação. São eles: um memorando de Entendimento entre o Instituto Rio Branco, do Ministério de Relações Exteriores do Brasil, e a Escola Diplomática do Ministério de Negócios Exteriores e Cooperação do Reino da Espanha; Memorando de Entendimento entre o Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil brasileiro e o Ministério de Fomento do Reino de Espanha no âmbito das infraestruturas e dos transportes; Memorando de Entendimento entre o Ministério de Indústria, Comércio Exterior e Serviços do Brasil e o Ministério da Economia, Indústria e Competitividade da Espanha sobre Cooperação Econômica e Comercial; Plano de trabalho para o Memorando de Entendimento de Cooperação em Matéria de Recursos Hídricos entre o Ministério da Integração Nacional e o Ministério da Agricultura, Pesca e Meio Ambiente do Reino da Espanha.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia